Boas Vindas!

Você está no Congresso Nacional!
Um lugar onde se junta pessoas dos mais diversos estilos, etnias, gostos e opiniões e ficam aqui, sem qualquer tipo de receio, levando a banca suas palavras e considerações sobre os mais diversos assuntos.
Vamos apresentar nossas idéias, debatê-las ao fundo e, se alguma coisa for útil, agregar às nossas, se não, engavetá-las!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Paralamas do (sempre) Sucesso!


Ontem tive a oportunidade de estar presente a um show do trio Paralamas do Sucesso. Confesso que não sou muito de ir a shows, mas sempre que estive presente nestas aglomerações de milhares de pessoas, gostei. É como se todas as qualidades daqueles que estão ali encima do palco se expandissem por todo aquele momento mágico, tornando mediocres grupos em bons grupos e bons grupos em lendas vivas.

Quem me conhece sabe que para mim o melhor grupo nacional de rock é o Irá!
e que, na minha opinião, os demais estão nivelados um degrau abaixo. Mas ontem, não sei se pela magia presente no ar, ou se pelo fato de estar num show exclusivo, com menos de trezentas pessoas, os Paralamas me surpreenderam e realmente posso garantir que foi um ótimo show, digo além, um dos melhores ao qual já fui!

Herbert Vianna (guitarra e vocal), Bi Ribeiro (baixo) e João Barone (bateria) adentraram ao espetáculo com algum atraso, nada anormal, para um show previsto de 1:30h de duração. Assim que vi o Herbert, veio a minha mente toda aquela história sobre seu acidente e sobre sua perseverança em continuar em frente. Sua face estava carrancuda, fechada, com cara de quem não estava muito feliz por estar ali, com cara de quem não se esforçaria muito e que provavelmente encerraria a apresentação alguns minutos antes do programado, mas era só cara e impressão. Acho que o cara é marrento mesmo e que o que transparecia em sua face era concentração.

Por duas horas tive o prazer de ouvir, cantar e dançar (tentar... rsrs) os sucessos de mais de 20 anos de banda. Os pessoas vibravam, alguns poucos, mais fãs e empolgados, até choravam. Os caras suaram a camisa e fizeram todos ali presentes pularem e cantarem suas musicas até a garganta doer. Enfim, pude presenciar, em tempos de bandas tão mediocres uma banda de dinossauros realmente fazendo o que gostam, e fazendo bem, dando um SHOW.


4 comentários:

Nefelibata disse...

Não gosto muito de Paralamas do Sucesso. Na verdade eu não gosto muito do rock nacional. Pelas fotos do show, o ingresso deve ter custado uma fortuna. Minha praia agora é o Punk Espanhol. Aquilo sim é música de protesto. Em meu orkut estão disponíveis vários vídeos.

Lucas disse...

Partilho de parte da opnião do Nefelibata.

Rock nacional nunca foi muito atrativo pra mim, exceto algumas musicas de Titãs, Paralamas e talvez um Skank. Mas como falei, são algumas musicas apenas.

Agora Punk Espanhol? Prefiro um Metal Mexicano. heheheheheh

Magno disse...

Só para constar, o show saiu na faixa para mim, pois era na "Festa da Firma"!
Entretanto, creio que um show deste, como que de qualquer outra banda nacional, acaba sendo uma pitada um pouco salgada ao gosto de um assalariado brasileiro.

Wagnelson da Silva disse...

"Ety.. Ety....
Num podi, minino."

Cara, punk espanhol???Protesto????

Escuto músicas para acalmar a mente, a alma. Viver em constante revolução são indícios de locura.

E para constar Magno: essa foto está mui gay.

Show de verdade só o de dez de 2005, e eu fui.